1. Hospedagem de Sites

Hospedagem de sites: o que é e como funciona?

Isenção de responsabilidade: Este é um conteúdo gerado pelo usuário para Blogueiro Convidado, uma iniciativa Blogueiro Convidado para permitir que sua comunidade contribua e seja ouvida. Os pontos de vista e escritos aqui refletem os do autor e não de BlogueiroConvidado.com.

A hospedagem de sites é um tema que até parece bastante comum, que faz surgir milhões de resultados quando fazemos uma pesquisa no Google.

Mesmo que façamos a leitura da maior parte dos resultados que encontramos, no entanto, sempre recebemos informações repetidas, que não nos oferecem maiores detalhes sobre como funciona a hospedagem de sites ou que não agregam valor para aquilo que estamos buscando.

Com o objetivo de oferecer informações mais detalhadas, apresentamos aqui tudo o que você precisa saber sobre hospedagem de sites, além de algumas curiosidades sobre o assunto, como, por exemplo, a evolução da hospedagem ao longo dos anos, o surgimento da concorrência entre servidores e a maneira como devemos proceder para escolher a melhor hospedagem de sites.

Hospedagem de sites: analisar antes de escolher

A internet se transformou, nos últimos anos, na melhor ferramenta de marketing para todo e qualquer tipo de empresa, de qualquer porte e tamanho, seja de produtos ou de serviços.

Portanto, manter um site bem cuidado, robusto, de fácil acesso e hospedado num servidor confiável é de suma importância para as empresas e para os usuários. A hospedagem de sites deve oferecer os melhores resultados para a empresa, tornando-se uma base sólida para a presença online.

Tudo parece bastante simples, afinal a hospedagem de sites é apenas um serviço que disponibiliza espaço e meios para que o site da empresa possa aparecer na internet, mantendo os arquivos num servidor que possibilite o fácil acesso, deixando todas as informações disponíveis para usuários de qualquer parte do mundo.

No entanto, nem tudo é tão simples. É preciso entender como funciona a hospedagem de sites e conhecer pontos críticos que precisam ser considerados antes de fazer a contratação de um servidor sério e confiável.

Existem empresas que oferecem diversos servidores para a publicação do site na internet. Embora o site, em si mesmo, esteja alocado em apenas um deles, os arquivos permanecem em outro, enquanto os bancos de dados estão arquivados num terceiro.

Nesse modelo e no de muitos outros servidores de internet, todos os arquivos são também mantidos em backup para que, se houver algum tipo de problema, como a invasão por um hacker, o backup possa substituir.

Além disso, o servidor também precisa oferecer diversas contas de e-mail para o site, permitindo fácil comunicação e mantendo todas as mensagens também em backup, já que essa é uma ferramenta de fundamental importância para a empresa.

O servidor confiável é aquele que otimiza todas as ferramentas, evitando os riscos de algo ocorrer errado, não deixando que a empresa que tenha o seu site ali hospedado tenha prejuízos.

Ao mesmo tempo, a hospedagem de sites não deve cobrar preços acima do mercado. A concorrência vem possibilitando encontrar servidores confiáveis, que não cobram muito caro pela hospedagem e oferecem excelentes serviços.

O objetivo dos melhores servidores atuais é fazer com que os proprietários de sites não precisem se preocupar com coisa alguma, deixando todos os problemas para a empresa que oferece o serviço, com uma equipe de manutenção que traga soluções em curto prazo.

Entendendo o que é uma hospedagem de sites

Partindo do princípio do que seja uma hospedagem de sites, basta entender que, para um site ser acessado pela internet, é necessário que ele esteja disponível num determinado local, ou seja, um servidor, que é um conjunto de computadores similares aos nossos, embora sejam voltados para o armazenamento de arquivos.

No servidor, todos os arquivos devem estar disponíveis para serem acessados através da internet por outros computadores, notebooks ou aparelhos móveis.

O conjunto de arquivos enviados para a hospedagem de sites deve ser feito em linguagem específica, podendo ser lidos ou baixados pelos programas especializados, que são os browsers, ou navegadores.

Na verdade, nós mesmos poderíamos configurar um computador caseiro para se tornar um servidor, evitando o pagamento da hospedagem de sites, publicando nosso site diretamente, mas teríamos inúmeros convenientes e empecilhos. Assim, encontrar um bom servidor é a melhor maneira de ter nosso site disponibilizado 24 horas por dia, todos os dias da semana, dos meses e no ano.

A evolução de todos os programas disponíveis para internet atualmente possibilita armazenar no servidor qualquer tipo de arquivo, desde conteúdo, vídeos e imagens. Os servidores oferecem todos os recursos necessários, oferecendo os serviços de maneira a permitir que os usuários da internet, em qualquer lugar do mundo, possam acessar qualquer site de qualquer outro lugar do planeta.

Na hospedagem de sites podemos encontrar diferentes valores entre os servidores, assim como serviços diferenciados, sempre conforme o volume de recursos ou as condições de cada plano, ou pacote.

Assim, podemos ter o espaço para armazenar os arquivos de acordo com o tamanho do site, um limite mensal para transferência de dados, de uso de e-mails, de banco de dados SQL ou qualquer outro, havendo apenas a necessidade de oferecer suporte às linguagens de programação, como, por exemplo, HTML, JavaScript, Python, Ruby e PHP, entre outras.

Como a hospedagem de sites teve início

O primeiro registro de domínio foi feito em 15 de março de 1985, tendo sido o symbolics.com. Esse registro ocorreu um ano após a criação do DNS – Domain Name Service, disponibilizando seis tipos de domínio: edu, para educação; gov, para governo; mil para militares; com, para o público em geral; net para sites específicos da internet; e org, para organizações não lucrativas.

A primeira hospedagem de sites na internet aconteceu apenas seis anos depois, em agosto de 1991, embora não tenha sido feita por uma empresa comercial, e sim pelo CERN – Conseil Européen pour la Recherche Nucleaire (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear).

Na época, um pesquisador, Tim Berners-Lee, elaborou um documento com informações sobre a internet, disponibilizando-o para o mundo todo, mantendo sua hospedagem num computador NeXT no endereço http://info.cern.ch/hypertext/WWW/TheProject.html.

A hospedagem de sites, portanto, é uma das primeiras ferramentas aplicadas na internet, a popularmente conhecida www, ou World Wide Web.

Comercialmente, a primeira empresa no mundo todo a oferecer serviços de hospedagem de sites foi a Network Solutions, empresa norte-americana que, em meados de 1989, comprou o direito de oferecer serviços de registro de domínios internacionais, tornando-se a pioneira em oferecer espaço em seus servidores para que os clientes pudessem armazenar seus sites e arquivos, disponibilizando-os para os usuários.

Hospedagem de sites no Brasil

A primeira empresa a oferecer serviços de hospedagem de sites no Brasil foi a MHIS, sigla para Mr. Help Internet Solutions que, mesmo tendo um domínio internacional (mhis.net), oferecia os serviços e suporte em português, para as empresas brasileiras.

Nessa época, o cliente tinha a opção de escolher o mais básico dos planos, com o valor de 99 reais de inscrição e uma mensalidade de 26 reais, tendo direito a apenas 10 MB de espaço em disco no servidor.

Evidentemente, nos dias de hoje, não se consegue praticamente nada com esse tamanho de espaço.

Anúncio da MHIS em Junho de 1997, segundo informações do site Archive.org

Como escolher a hospedagem de site ideal

Para escolher a hospedagem de site ideal é preciso levar em consideração os recursos oferecidos pelo servidor, o espaço disponibilizado, suas necessidades de transferência e os limites apresentados pelo servidor, a possibilidade de diversos domínios e a quantidade de contas de e-mail que serão oferecidas.

Tudo deve ser analisado de acordo com as necessidades atuais de sua empresa e das possibilidades de crescimento dentro do mesmo servidor, evitando ser obrigado a fazer migração para outro, situação que, certamente, vai exigir um trabalhado criterioso e dedicado.

Com a quantidade de empresas que oferecem serviços de hospedagem de sites, pode ser uma tarefa complicada escolher a que melhor pode atender as necessidades de sua empresa. Portanto, se você precisar desse tipo de serviço, comece bem antes, até mesmo antes de começar a criar o seu site.

Assim você vai saber exatamente o que esperar do seu servidor, tendo maior segurança com relação aos serviços prestados e sabendo que seu site não irá ficar fora do ar por falta de manutenção ou por qualquer outro motivo.

Como são centenas de empresas que oferecem serviços de hospedagem de sites, a disputa está bastante acirrada pelos clientes e, na hora de escolher você vai precisar analisar o que cada servidor pode oferecer.

Na verdade, não existem grandes diferenças entre as ofertas de serviços. Muitas vezes, são pequenos detalhes que você vai precisar, como um atendimento personalizado e de qualidade, por exemplo, que é oferecido por poucos provedores.

Os recursos oferecidos pelas empresas de hospedagem de sites

As empresas de hospedagem de sites oferecem diversos recursos, que são diferentes conforme o tipo de hospedagem e dos planos oferecidos. Alguns desses recursos são comuns a todas as empresas, enquanto outros podem ser exclusivos de uma ou de uma parte delas.

Conheça os principais recursos necessários para manter seu site na internet:

Espaço em disco

O espaço em disco na hospedagem de site é a quantidade de espaço disponibilizada pelo servidor, podendo ser medido em Megabytes (MB), Gibabytes (GB), ou Terabytes (TB). Algumas empresas de hospedagem oferecem limites conforme os planos, enquanto outras oferecem espaço ilimitado.

Na hora de escolher o servidor, é preciso saber se o espaço oferecido será suficiente para o armazenamento de todos os arquivos, verificando se esse espaço também inclui os e-mails, que podem ocupar bastante espaço, além da possibilidade de ampliação do site, evitando a migração para outro servidor ou para outro plano dentro de um determinado período de tempo.

Hoje, a maior parte dos servidores costuma oferecer espaços maiores, mesmo nos planos mais básicos. É preciso apenas tomar cuidado com empresas que oferecem hospedagem grátis, uma vez que o espaço é bastante limitado nesses servidores.

Além disso, é importante entender que, na verdade, não existe hospedagem ilimitada. Quando um servidor oferece essa opção, apenas está informando que não existe um espaço definido para armazenamento, mas isso não quer dizer que não chegará um momento em que você não terá mais espaço.

Além disso, os servidores de hospedagem de sites não permitem a utilização de armazenamento de arquivos que não tenham qualquer relação com o site, principalmente quando se trata de hospedagem compartilhada, como é a maioria dos servidores. No caso de servidores dedicados, o espaço disponibilizado para armazenagem de arquivos sempre é definido, sendo exclusivo para o cliente, enquanto que na hospedagem compartilhada, existem inúmeros clientes dividindo os mesmos recursos.

Transferência de arquivos

A transferência ou tráfego de arquivos é relacionada à quantidade de dados e informações que serão transferidas para o servidor de hospedagem de sites, seja para quando um usuário acessa o site ou quando ele é atualizado.

Essa transferência é importante porque, sempre que alguém acessa e faz um download no navegador, existe uma transferência de informações, como acontece quando você faz upload de arquivos para atualizar ou acrescentar arquivos de imagens ou textos.

Como acontece com o espaço disponibilizado, a transferência de dados muitas vezes é ilimitada. Nesse caso, também é importante saber que nada é infinito, havendo algum tipo de limitação exigida pela empresa de hospedagem de sites.

Uma dessas limitações é imposta pelo número de acessos simultâneos ao site. Muito embora sites pequenos não costumem ter problemas com acessos simultâneos, no caso de tráfego mais intenso é preciso encontrar um plano de hospedagem mais robusto, como um servidor dedicado ou um serviço cloud (em nuvem), para o que o site não esteja paralisado ou saia do ar em momentos necessários.

Número de domínios

O domínio é o endereço eletrônico de um site, que usamos para acessar todo e qualquer site na internet. Na maior parte dos planos de hospedagem de sites é permitido apenas um domínio ou uma quantidade definida de domínios.

Assim, se sua empresa possui apenas um site, vale a pena contratar o plano de apenas um domínio que, normalmente, é mais barato. No entanto, se tiver diversos domínios, é preciso contratar planos maiores, uma vez que vai sair com custo menor do que a contratação de um plano para cada domínio.

Na contratação de um plano de hospedagem de sites com a inclusão de diversos domínios, você poderá hospedar vários sites no mesmo tipo de plano.

Se você tiver domínios estacionados ou apontados para o domínio principal, é bastante comum que as empresas permitam domínios diferentes, não contabilizando no limite determinado.

Contas de e-mail

Ao registrar um domínio você terá direito de criar contas de e-mail no mesmo domínio, ou seja, se você criou um domínio como minhaempresa.com.br, você terá direito de criar contas de e-mail com o mesmo final, por exemplo, gerente@minhaempresa.com.br.

Quando você contrata a hospedagem de sites, a empresa vai lhe oferecer ferramentas para criar contas de e-mail sob o domínio que estiver usando. O acesso a essas contas de e-mail pode ser feito através de qualquer programa, além do acesso através de webmail, um programa que pode ser acessado via internet.

O tipo de programa de webmail pode variar conforme o servidor, que pode usar um programa próprio ou de terceiros.

As contas de e-mail são oferecidas de forma gratuita pela maior parte das empresas de hospedagem de sites, podendo ser também vendido como item opcional através de parcerias.

Manter e-mails inclusos na hospedagem é uma grande economia, principalmente quando você tiver necessidade de muitos endereços. Tudo vai depender do tamanho da sua empresa, do seu site e de suas necessidades.

Quando for escolher um plano de hospedagem de site, analise a quantidade de contas oferecidas e a capacidade de armazenamento. É necessário também verificar se você irá precisar de novas contas no futuro.

Havendo necessidade de muita utilização de e-mails e não sendo possível no plano de hospedagem, procure analisar a contratação de um serviço extra, como o Microsoft Outlook ou o G Suite.

Linguagens de programação

Na internet, a linguagem padrão é o HTML, a linguagem de hipertexto. Contudo, existem ainda outras linguagens que podem ser utilizadas nos sites, incluindo as de programação, como, por exemplo o PHP e o ASP.

Quando for contratar um serviço de hospedagem de sites, analise se o servidor é compatível com a linguagem ou as linguagens que você pretende usar no seu site.

Algumas linguagens para sites funcionam apenas nos servidores Windows, enquanto que outras apenas em servidores Linux, havendo ainda aquelas que funcionam nos dois tipos de servidores.

Banco de dados

O servidor de hospedagem de sites deve oferecer também um tipo de banco de dados compatível. Qualquer tipo de site que tenha um gerenciador de conteúdo, como, por exemplo, um blog, vai precisar de um banco de dados para armazenar as informações.

De uma forma geral, os planos de hospedagem oferecem um ou mais bancos de dados. Analise o tipo oferecido antes de escolher.

Painel de controle

As empresas de hospedagem de sites normalmente fornecem aos seus clientes um painel de controle, que pode ser acessado pela internet, de onde é possível gerenciar os recursos de sua hospedagem, como, entre outras atividades, criar e-mails, mudar senhas, configurar seus domínios e criar bancos de dados.

Alguns modelos de painéis são mais conhecidos, sendo utilizados pela maior parte das empresas de hospedagem, como o cPanel, um painel para gerenciamento de hospedagem no sistema Linux, e o Plesk, que tanto serve para Windows quanto para Linux.

Algumas empresas de hospedagem de sites costumam desenvolver o seu próprio painel de controle, mas todos eles são bastante interativos e fáceis de serem utilizados.

Considerações a serem levadas em conta na hospedagem de sites

Como você viu até aqui, na hora de escolher a hospedagem de sites é preciso levar em conta o espaço, a transferência de arquivos, a quantidade de domínio, a quantidade de e-mails e a linguagem de programação, além do sistema operacional utilizado para a criação do seu site.

Ao escolher o servidor, procure comparar os recursos oferecidos, analise se ele atende suas necessidades atuais e as perspectivas futuras, lembrando que a migração de um servidor para outro pode ser bastante trabalhosa.

Se você tem intenção de criar um site e não possui conhecimento mais aprofundado, evite as ofertas de sites grátis. Procure contratar um profissional ou uma empresa que lhe ofereça o desenvolvimento visando a estratégia do seu negócio.

É preciso que o site seja fácil de se utilizar, que os temas sejam atuais e que o site seja adaptável a celulares e tablets. Se você tiver conhecimentos, procure criar o site em WordPress, que é o sistema mais usado atualmente.

Considere também os valores dos planos, procurando aproveitar as promoções, normalmente oferecidas para planos anuais. Alguns planos oferecem desconto de até 60% quando você faz um contrato anual.

Algumas empresas de hospedagem de sites também costumam oferecer, além de descontos, um ano de domínio grátis e, nos contratos mais longos, normalmente a partir de um ano, os valores também costumam ser menores.

Procure dar atenção aos preços de renovação, já que alguns planos podem ser mais vantajosos na hora da contratação, mas sendo mais caro do que alguns concorrentes quando você precisa renovar.

Analisando com cuidado, você pode até considerar pagar um valor maior na contratação, se a empresa oferecer descontos na renovação.

Suporte ao cliente na hospedagem de sites

Um ponto dos mais importantes na hospedagem de sites é o suporte. Verifique se a empresa oferece suporte por chat, por e-mail e por telefone e se o suporte é em português e 24 horas por dia.

Além disso, consulte as redes sociais ou fóruns para saber a reputação da empresa, como no Reclame Aqui. O suporte é essencial, principalmente quando é você que vai gerenciar o site.

Serviços extras na hospedagem de sites

Alguns itens extras podem ser oferecidos na hospedagem de sites, como o instalador automático de aplicações (WordPress, Joomla, etc.) ou serviço de migração gratuita. Algumas empresas oferecem a transferência sem custo, o que pode ser vantajoso.

Analise se a empresa oferece uma garantia de satisfação por determinado tempo. Normalmente, elas permitem usar a hospedagem até 30 dias para mostrar que oferecem bons serviços e se você não estiver satisfeito elas devolvem seu dinheiro.

Tenha todos os cuidados ao escolher a hospedagem de sites. O seu site é sua marca e sua empresa divulgada para o mundo todo e, se a hospedagem apresentar falhas, quem acaba levando o maior prejuízo é sua empresa.

Tomando os cuidados que informamos neste artigo, você não terá qualquer preocupação, podendo conseguir muita lucratividade com seu site.

E para finalizar…

Como pôde ver, hospedagem de sites é muito mais do que um significado ou uma pesquisa sobre o que é no Google. Esta diretamente relacionada a história da Internet e evoluiu, ano após ano, trazendo outro níveis de hospedagem e levando o seu site, sistema, e-commerce ou, seja lá o que possui armazenado, para outros patamares.

Gostou desse artigo? Comente…

https://blogueiroconvidado.com
Você gosta dos artigos de redacao? Follow on social!

Isenção de responsabilidade: Este é um conteúdo gerado pelo usuário para Blogueiro Convidado, uma iniciativa Blogueiro Convidado para permitir que sua comunidade contribua e seja ouvida. Os pontos de vista e escritos aqui refletem os do autor e não de BlogueiroConvidado.com.

Comentários para: Hospedagem de sites: o que é e como funciona?

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Tendências