1. Saúde

Estética bucal: 5 tratamentos para ter um sorriso perfeito

Isenção de responsabilidade: Este é um conteúdo gerado pelo usuário para Blogueiro Convidado, uma iniciativa Blogueiro Convidado para permitir que sua comunidade contribua e seja ouvida. Os pontos de vista e escritos aqui refletem os do autor e não de BlogueiroConvidado.com.

A preocupação com a aparência sempre foi uma prioridade para os brasileiros. Contudo, nos últimos anos, a atenção com a estética bucal tem ganhado destaque entre os tratamentos cosméticos. Sendo este, um dos mercados que mais crescem em todo o país.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE), apenas entre 2015 e 2018 houve um aumento de aproximadamente 300% na procura por procedimentos que promovem a harmonia bucal, e a expectativa é de que essa tendência se estenda pelos próximos anos.

Esse crescente interesse na aparência dos dentes tem sido relacionado, principalmente, com o aumento da influência das redes sociais no dia a dia dos pacientes, bem como à consciência do impacto que o sorriso tem nas relações diárias ou na manutenção de uma boa autoestima.  

No entanto, além do cuidado cosmético, é fundamental que esse tratamento seja complementado com ações que promovam a manutenção da integridade estrutural de toda a cavidade oral e da saúde geral dos dentes.

Por isso, antes de procurar um dentista para melhorar a qualidade do sorriso, precisamos compreender como essa especialidade funciona e quais são as intervenções mais indicadas para cada paciente.

O que é a estética bucal?

Também conhecida como dentística, a odontologia estética é muitas vezes associada como sendo uma área superficial que possui um propósito exclusivamente embelezador. 

No entanto, essa modalidade tem como prioridade combinar o cuidado da aparência com a saúde e a restauração dental.

Assim, antes de realizar qualquer tipo de intervenção cosmética, o dentista precisa assegurar que todas as estruturas estejam livres das formações bacterianas que podem comprometer a segurança do paciente e do tratamento.

Além disso, ele realizará uma avaliação das condições de higiene bucal e julgará se as estruturas orais conseguem sustentar os procedimentos escolhidos. 

Desta forma, é possível impedir que as intervenções provoquem sensibilidade, infecções gengivais, entre outros problemas.

Contudo, o trabalho da dentística vai além. Ela é a principal responsável pelo tratamento de remoção das cáries, realizando a restauração dos dentes danificados pela erosão bacteriana – por meio do uso de resinas – e aplicando as coroas dentais de cerâmica.

Desta forma, além de promover um sorriso mais harmônico e agradável, esses profissionais são essenciais para a preservação dos dentes, a integridade das estruturas de sustentação dental e a recuperação da funcionalidade de toda a mordida.

Quais são os principais procedimentos estéticos odontológicos?

Com o aumento da procura por esses procedimentos, o desenvolvimento do mercado e a inserção de diferentes ferramentas tecnológicas no ramo da odontologia, os serviços que promovem a transformação da estética bucal têm sido aperfeiçoados, ficando cada vez mais acessíveis para os pacientes e oferecendo melhorias cada vez melhores.

Assim, por meio desses tratamentos os dentistas são capazes de:

  • Remover manchas;

  • Recuperar o brilho dos dentes;

  • Corrigir quebras;

  • Harmonizar o tamanho dos dentes;

  • Fechar pequenos diastemas;

  • Melhorar as imperfeições que impactam a autoconfiança.

Como técnicas distintas podem resultar em efeitos semelhantes, em conjunto com um profissional qualificado e de confiança, o paciente pode escolher aquele que melhor se encaixe nas suas necessidades clínicas e financeiras.

Mas, para isso, é fundamental compreender mais a fundo como esses tratamentos funcionam, quais são seus propósitos, qual é a durabilidade e o que esperar de cada intervenção.  

  1. Clareamento dental

O escurecimento do esmalte dentário é um processo natural que acontece ao longo do tempo e pode ser causado devido ao consumo de alimentos muito pigmentados, processo de higienização oral inadequado, tabagismo, herança genética, acúmulo de placa bacteriana, entre outros fatores.

No entanto, por meio de técnicas como o clareamento dental, o dentista é capaz de tornar os dentes mais brancos, removendo as moléculas de pigmento sem prejudicar a qualidade ou a saúde das estruturas dentárias.

Essa técnica, que consiste basicamente na aplicação de um gel de peróxido de hidrogênio com o auxílio de uma moldeira – feita sob medida para cada paciente –, pode ser realizada de diferentes maneiras e possui um resultado rápido e não invasivo.

Todas essas qualidades é o que mais atraem as pessoas e torna o clareamento um dos procedimentos mais efetuados nos consultórios odontológicos de todo o país. 

Contudo, a durabilidade e o preço podem variar de acordo com a metodologia utilizada no processo.

A versão caseira, feita pelo próprio paciente – sempre com a supervisão médica –, é a mais durável e a mais barata. No entanto, é também a mais demorada, variando entre 3 e 4 semanas para ser concluída.

Já as técnicas feitas com lasers e luzes ultravioletas são mais seguras, feitas exclusivamente em consultório e com a ajuda de um gel mais concentrado. Os resultados são obtidos com maior rapidez, porém a duração é reduzida e o preço é mais alto.

  1. Lente de contato dental

A lente de contato dental tem se tornado uma tendência entre os tratamentos cosméticos, especialmente devido ao sucessivo uso por celebridades, atletas e influencers.

Essa técnica tem o potencial de transformar por completo o sorriso, deixando ele mais agradável e bonito.

Assim, por meio de um leve desgaste na estrutura dental original, o dentista consegue cimentar lâminas de porcelana ultra finas ao redor dos dentes, corrigindo a coloração, forma, tamanho e até fechando alguns diastemas mais leves – espaçamento entre os dentes.

Esse é um processo bastante rápido e, geralmente, pode ser concluído em, aproximadamente, três ou quatro sessões. 

O procedimento costuma ser indicado para pessoas que possuem desgastes leves originados pela ação bacteriana, ou para quem tenha problemas com quebras e trincos nos dentes.

No entanto, esse procedimento não pode ser efetuado quando as estruturas dentárias e a saúde oral estão muito comprometidas. 

Por isso, os pacientes com problemas sérios no esmalte dentário ou que tenham tido problemas com doenças periodontais graves são contraindicados, ou devem realizar demais tratamentos antes do procedimento estético.

Devido aos desgastes das estruturas originais, a lente de contato tem um efeito permanente e necessita de manutenção regular, ao menos, uma vez ao ano. Contudo, as facetas são bastante resistentes e podem resistir até 20 anos.

  1. Implante dentário

Atualmente, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), existem cerca de 39 milhões de brasileiros que precisam recorrer às próteses dentárias, em razão da perda das estruturas bucais naturais.

No entanto, os acessórios de reposição mais comuns – normalmente móveis – podem causar desconfortos e feridas bucais, desajustes durante a fala ou provocar incômodos durante a mastigação de alimentos mais duros e pegajosos.

Por isso, a procura pelo implante dentário tem crescido bastante entre os pacientes que tenham perdido um ou mais dentes, nas mais diversas faixas etárias. Pois, esse tratamento consiste na instalação cirúrgica de um pino de metal, direto no osso maxilar ou mandibular.

Essa estrutura serve como base de sustentação de um dente protético – feito de resina ou porcelana –, que substituirá a unidade removida. 

Essa metodologia faz com que os dentes fiquem completamente estáveis e imperceptíveis, proporcionando mais conforto e uma aparência mais natural.

A duração da prótese de porcelana pode chegar a 15 anos, mas no caso da reposição de todos os dentes, é recomendada a confecção de uma nova coroa dentária a cada 5 anos ou mais.

No entanto, esse tempo varia de acordo com a qualidade dos cuidados individuais, higienização e com a alimentação.

  1. Restaurações

Esse é provavelmente o procedimento que mais integra saúde e estética em toda a dentística, ao mesmo tempo em que é o líder dos tratamentos mais realizados em todos os consultórios odontológicos do país.

A restauração consiste na remoção de todo o tecido dentário comprometido pela ação bacteriana, seguido pela limpeza profunda das cavidades criadas por esses microrganismos.  

Por fim, é realizado o preenchimento desses locais, seguido da aplicação de agentes impermeabilizantes.

Desta forma, além de solucionar o problema com a cárie, o dentista consegue prevenir que essa doença atinja os tecidos mais internos – como a dentina –, causando dores severas e comprometendo a integridade dental.

A durabilidade do tratamento também irá variar de acordo com o material utilizado, sendo os mais comuns:

  • Ouro – pode durar até 20 anos;

  • Porcelana – resiste até 13 anos;

  • Resina composta – a durabilidade varia entre 3 a 10 anos;

  • Amálgama – tem a maior resistência podendo chegar a 30 ou 40 anos.

 

  1. Tratamento ortodôntico

O uso do aparelho ortodôntico é bastante comum entre crianças e adolescentes, mas tem ficado cada vez mais popular entre os pacientes de 30 anos ou mais.

Isso porque, mais do que os benefícios estéticos, o tratamento ortodôntico impacta em toda a saúde e bem-estar.

Por meio desses cuidados, o dentista ortodontista consegue realizar movimentações dentárias extremas, corrigindo o posicionamento das mandíbulas e os desajustes nos dentes, impedindo a sobrecarga da articulação mandibular e evitando a perda da massa óssea.

Essas melhorias das estruturas orais promovem um desempenho mais satisfatório da mastigação, respiração, processo de crescimento, fala e até na qualidade do sono.

Existem diversos tipos de acessórios ortodônticos que atuam em diferentes problemas e necessidades, mas o aparelho movel invisível tem sido o mais escolhido entre os pacientes adultos justamente pelo conforto e, principalmente, pela discrição.

Considerações finais

Os tratamentos estéticos odontológicos são capazes de modificar por completo a aparência dos dentes, proporcionando um sorriso mais completo, bonito e agradável.

Contudo, é muito importante escolher um profissional que seja qualificado, experiente e confiável, para garantir a saúde de todas as intervenções, além de manter os cuidados diários corretos para promover a durabilidade das melhorias.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

 

Isenção de responsabilidade: Este é um conteúdo gerado pelo usuário para Blogueiro Convidado, uma iniciativa Blogueiro Convidado para permitir que sua comunidade contribua e seja ouvida. Os pontos de vista e escritos aqui refletem os do autor e não de BlogueiroConvidado.com.

Comentários para: Estética bucal: 5 tratamentos para ter um sorriso perfeito

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *